1/3

Videos, depoimentos, sensações

A Serpente

“A Serpente”, último e menor texto de Nelson Rodrigues, conta a história de duas irmãs que se casaram na mesma data, na mesma igreja e vivem com seus maridos no mesmo apartamento. Logo depois de sua separação, Ligia confessa à irmã que ainda é virgem e, atormentada pelo fracasso de seu casamento, pensa em suicídio. Guida então faz uma proposta para salvar a irmã: oferece seu marido por uma noite para livrá-la do fantasma da virgindade. A partir daí, a vida a três naquele apartamento passa a ser guiada por ciúmes, desconfianças e inveja.

 

A obra foi escrita num leito de hospital, entre um tratamento e outro. Sabendo que essa seria sua última peça, Nelson ao escrever não relia o texto pois não sabia se a doença o deixaria terminar. A linguagem aberta e muitas vezes cruel traduz uma análise fria das mazelas do ser humano. Como todos os personagens rodriguianos, os desse espetáculo são dotados de incontáveis neuroses, psicopatias, taras e fantasias, transpondo feridas de todas as classes sociais.

 

O “Teatro da Neura” reinterpreta a obra acrescida de um foco mais simbólico, concentrando-se nas indagações e provocações propostas pelo autor, com personagens flutuantes, vidas sufocadas e saídas urgentes.

 

Ficha Técnica:

Direção

Fernandes Jr.


Elenco

Cibele Zuchi

Antônio Nicodemo

Tuane Vieira

Fernandes Jr.

Lígia Berber

Cenografia

Cind Octaviano

Figurino

Erika Grizendi

Operação de som

André Antero

 

Operação de Luz

Conceni Paulina 

Depoimento Cibele Zuchi

Depoimento Tuane Vieira

Depoimento Fernandes Junior

Depoimento Antonio Nicodemo

Depoimento Ligia Berber

Clipping

© 2014 por Fernandes Junior / Instituto N de Arte e Cultura.

  • w-facebook
  • Instagram Limpa