Experimento para a Teatrologia dos Sacros Dias

O Menino Gigante - espetáculo filmado

O Menino Gigante

Agosto de 2016

O espetáculo pretende no universo criado para a teatrologia dos sacros dias, narrar uma estória paralela que antecede o segundo volume “Sábado de Aleluia”.

Aqui, através da trajetória da heroína Bárbara, o espectador viaja junto com a protagonista em sua missão fantástica. Bárbara é a única a nascer sozinha em uma família onde todos nascem em par. Além disso, engravida, de um marido morto, de um filho homem, numa família onde todas nascem mulheres. Para completar, o menino nasce gigante, e sua missão dada por Deus é que ela faça com que a cabeça da criança chegue ao céu antes do fim de dez fevereiros, caso contrário Deus tomará de volta a criança.

Desde o início do espetáculo acompanhamos todas as estações de sua missão vivenciando as diversas formas que a fé se pode ter. Formas essas trazidas da mitologia pessoal de cada integrante do elenco ao longo do processo criativo.

A dramaturgia nasce baseada nas manifestações populares de fé da festa de Iemanjá em Salvador, capital da Bahia. O diretor e dramaturgo, Antônio Nicodemo participou do ritual popular em 2015.

Nessa segunda montagem da trilogia, temos a relação da mulher com o divino numa linha horizontal onde Deus é homem e também erra. Mesmo com o erro divino Bárbara tem sua fé posta à prova, principalmente a fé em si mesma.​

Ficha Técnica

 

ELENCO

André Antero

Carolina Portella

Cauê Drumond

Conceni Paulina

Danilo Cruz

Flávia Gonçalves

Juliana Orthz

Tamara Pinheiro

Tarcísio Serasso

Thaís Fernandes

DIREÇÃO

Antônio Nicodemo e Lígia Berber

DIREÇÃO CORPORAL

Lígia Berber

CANÇÕES

Rodrigo Christino Ribeiro

MAQUIAGEM

André Antero

FIGURINO

Érika Grizendi

CENÁRIO

Gilson Peres

LUZ

Fernandes Jr.

© 2014 por Fernandes Junior / Instituto N de Arte e Cultura.

  • w-facebook
  • Instagram Limpa